banner farmacia  preço baixo
condaron

Caso Chaules Pozzebon Madeireiro apontado como o maior desmatador do Brasil é condenado a quase 100 anos de prisão

Chaules Volban Pozzebon, apontado pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO) como um dos maiores desmatadores do Brasil, foi condenado a 99 anos, dois meses e vinte e três dias de prisão por crimes de organização criminosa e extorsão. A sentença é da juíza Larissa Pinho de Alencar, da 1ª Vara Criminal de Ariquemes (RO). Além de Chaules, outras 15 pessoas foram condenadas no processo.

Chaules foi preso em casa em Ariquemes. — Foto: Polícia Federal/Reprodução

Chaules é empresário na região de Ariquemes, dono de mais de 100 madeireiras. Ele foi preso em 2019 pela Polícia Federal (PF), durante a Operação Deforest, suspeito de liderar uma organização criminosa que invadia terras para extração ilegal de madeira.

Chaules foi preso em casa em Ariquemes. — Foto: Polícia Federal/Reprodução

A sentença de 592 páginas também define a pena para outros 15 envolvidos, sendo que 11 são policiais militares.

As investigações começaram a partir de denúncias feitas ao MP-RO por moradores da região do Vale do Jamari que estariam sendo ameaçados e extorquidos pelo grupo composto por empresários, policiais, pistoleiros, entre outras pessoas.

“Consequências do crime são gravíssimas, tendo em vista que a organização criminosa liderada e ordenada pelo acusado Chaules impõe grande temor e violência as vítimas daquela região, que se veem reféns dos integrantes dessa organização”, consta na sentença.

Comentarios