banner farmacia  preço baixo
condaron

Cinco mortos em batida entre Hilux e carreta eram funcionários de empresa de Rondônia

Os cinco passageiros da Toyota Hilux que explodiu e pegou fogo ao bater em uma carreta na BR-364, entre Comodoro e Campos de Júlio (644 e 553 km de Cuiabá, respectivamente), eram funcionários da Romanini Engenharia, empresa de Ji-Paraná (RO). Entre os mortos, está o pai do dono do estabelecimento.

As vítimas foram identificadas como Irineu Romanini, pai do proprietário da empresa de engenharia e energia solar; e os funcionários Ismael Porto, Cleverson Nazaro, Luiz Andrade e Edinei Silva.

Em nota, a empresa lamentou as mortes e afirmou que os funcionários iam para Sinop (a 500 km de Cuiabá), para um compromisso de trabalho. “Mesmo sabendo que a vida acaba, nunca estamos preparados para perder alguém”, diz a nota.

Familiares e amigos lamentaram a morte das vítimas pelas redes sociais.

Inicialmente foi divulgado que quatro pessoas haviam morrido no acidente. No entanto, foi confirmada, na manhã desta terça-feira (5), a identificação de mais um corpo.

O acidente

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a Toyota Hilux e a carreta bateram de frente.

Vídeo do local do acidente mostra o estrago. A caminhonete partiu ao meio com a batida. A carroceria ficou “para trás” e a cabine foi arrastada alguns metros.

Nas imagens é possível ver bastante fumaça no local e alguns focos de incêndio às margens da pista.

 

Comentarios