banner farmacia  preço baixo
condaron

Polícia do RJ prende 32 em operação contra rede de agiotas

A Polícia Civil fluminense iniciou nesta quinta-feira (16) a Operação Ábaco, contra a maior rede de agiotas do estado. A partir do Rio de Janeiro, a quadrilha se espalhou pelo país e abriu 70 escritórios de extorsão em pelo menos mais quatro estados — Ceará, Santa Catarina, Espírito Santo e Minas Gerais.

Até a última atualização desta reportagem, 32 pessoas haviam sido presas. Agentes da 76ª DP (Niterói) e de delegacias especializadas saíram para cumprir, no total, 65 mandados de prisão e 63 de busca e apreensão.

Segundo as investigações, a quadrilha extorquiu R$ 70 milhões das vítimas nos últimos quatro anos e não parou nem com a pandemia.

Em muitos casos, os criminosos cobravam empréstimos que jamais tinham sido feitos ou continuavam exigindo mais dinheiro mesmo depois que a dívida era supostamente paga. Os juros chegavam a 30% ao mês.

Comentarios